DESCUBRA A NOVA TENDÊNCIA: CHI RUNNING

A corrida não tem de parecer difícil ou difícil para si quando pratica. Se não o praticar por medo de se magoar, então o problema não é a corrida, mas a forma como o faz.

O que é Chi Running?

Chi Running é uma nova tendência baseada no prazer de correr. Procura eliminar a dor e o excesso de esforço a fim de ser mais eficiente na execução. Foi criado por Danny Dreyer um corredor de maratona com uma longa experiência como corredor e treinador de corredores. Escreveu o best-seller chamado “El Correr Chi”. Uma forma revolucionária de correr sem esforço e sem ferimentos”.

O truque para esta nova técnica de corrida é correr de uma forma relaxada, reduzindo o excesso de esforço e evitando lesões.

Esta tendência baseia-se no Tai Chi, uma arte marcial chinesa que procura gerar energia vital, chamada Chi, e fazê-la fluir através do corpo, para alcançar um equilíbrio entre a mente e o corpo.

O que significa que se baseia em Tai Chi? Incorpora os movimentos desta arte marcial ao correr, tornando o corredor mais consciente dos movimentos do seu corpo, poupando energia e minimizando o impacto, para evitar ferimentos futuros ao correr.

Em suma, o Chi Running baseia-se no equilíbrio do corpo e da mente ao correr.

Benefícios de Chi Running

Para além dos benefícios da corrida normal, Chi Running tem as seguintes vantagens

  • Trabalhar o centro de gravidade: através de uma boa postura pode conseguir manter as ancas mais baixas, o que o ajuda a não ficar tão fatigado e a não causar microtraumatismos durante a corrida.
  • Aumente o número de passos por minuto: de acordo com o acima exposto, quanto mais baixa a sua posição da anca, mais pequenos os seus passos, o que leva a um maior número de passos por minuto.
  • Com passos mais curtos, o centro de gravidade permanecerá estável e a corrida será mais eficaz.
  • Músculos relaxados: como na maioria dos desportos, manter os seus músculos relaxados é uma das chaves para fazer um bom trabalho. Se os seus músculos estiverem demasiado apertados, é muito mais provável que se magoe a si próprio.
  • Redução de lesões e esforço: Como já explicámos, Chi Running foi concebido para reduzir o esforço envolvido na prática da actividade, bem como as futuras lesões que possam surgir de uma técnica deficiente.
  • Maior resistência e velocidade: passos mais curtos e uma posição mais baixa do centro de gravidade minimizam o esforço. Por outro lado, quanto mais curta for a distância percorrida em cada passo, mais rápido será o passo.

Já conhece os vários benefícios da prática deste tipo de desporto. Aqui estão algumas dicas para uma boa execução do Chi Running.

Dicas de Chi Running

Marque os ritmos da sua respiração: tem de tomar o máximo de oxigénio possível com cada inalação. Isto irá ajudá-lo a reduzir a sensação de asfixia durante a corrida. Quanto menos respirar, mais oxigénio o seu corpo pedirá, por isso a sensação de asfixia e cansaço será maior.
Passos curtos, abaixo do centro de gravidade: é necessário colocar as ancas baixas, para que o seu centro de gravidade caia e possa dar passos mais curtos mas mais eficazes. O objectivo é correr de uma forma harmoniosa e equilibrada.

Relaxando os seus músculos: O próprio Dreyer disse: “Quando os seus músculos estão relaxados, o oxigénio que circula no seu sangue pode entrar mais facilmente nas suas células. Se houver stress nos músculos, é difícil movê-los e há mais fadiga. Os corredores esquecem-se de respirar fundo e isto fá-los cansar mais rapidamente. Quanto mais oxigénio o corpo ingerir, mais eficiente será o exercício.

Trabalhar a mente: nesta técnica, não só a forma como os movimentos do corpo são executados é importante, a mente também desempenha um papel muito importante. É preciso manter a mente relaxada, sem pensar em terminar a actividade o mais cedo possível. A única coisa com que tem de se preocupar ao correr é divertir-se.

Utilizar o mínimo de gestos energéticos: com movimentos harmoniosos e passos curtos, conseguirá um gasto mínimo de energia. Quanto menos energia consumir, menos se cansará durante a actividade
Tente falar durante a corrida: com esta dica não queremos dizer-lhe que tem de estar a conversar durante a actividade, mas queremos que verifique se está ofegante quando tenta falar. Um bom sinal de que está a praticar bem a corrida é falar sem ofegar.
Tocar no chão com a bola do pé: se esta parte do pé for a primeira a tocar no chão, não resistirá ao apoio e reduzirá o impacto nas articulações.

Atreve-se a praticar o Chi Running?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *