Regulamento 2016

Regulamento 2016

Outubro 18, 2016 - 17:53

Normas regulamentares da 8ª São Silvestre de Tábua
 

Local: Câmara Municipal de Tábua (Praça da República)

Data: 18 de dezembro de 2016 (Domingo)

Horas: 15h00m


RUN KIDS – Benjamins, Infantis, Iniciados e Juvenis

Programa-horário
Escalões etários considerados á data de 31/12/2016

HORA PROVA SEXO DISTANCIA ESCALÃO* ANOS NASC
15h00m Benjamins Masc./Fem 500 mt Benjamins 2005/2006
15h15m Infantis Masc./Fem 1 000 mt Infantis 2003/2004
15h30m Iniciados Masc./Fem 2 000 mt Iniciados 2001/2002
15h45m Juvenis Masc./Fem. 3 200 m Juvenis 1999/2000

MASTER RUN – 10 KM – Juniores, Seniores e Veteranos (m/f)

Programa-horário
Escalões etários dos juniores considerados á data de 31/12/2016. Escalões se seniores e veteranos calculados em função da idade à data da prova.

HORA ESCALÃO* ANOS NASC DISTÂNCIA
16h10m Juniores 1997/1998 10 km
(2 voltas ao percurso)
Seniores 1996 até aos 34 anos
Veteranos M35 35 aos 44 anos
Veteranos M45 45 aos 54 anos
Veteranos M55 55 anos em diante
Veteranas (Único) a partir dos 35 anos

MINI RUN – 5 KM – Juniores, Seniores e Veteranos (m/f)

Programa-horário
Escalões etários dos juniores considerados á data de 31/12/2016. Escalões se seniores e veteranos calculados em função da idade à data da prova.

HORA ESCALÃO* ANOS NASC DISTÂNCIA
16h10m Juniores 1997/1998 5 km
(1 volta ao percurso)
Seniores 1996 até aos 34 anos
Veteranos M35 35 aos 44 anos
Veteranos M45 45 aos 54 anos
Veteranos M55 55 anos em diante
Veteranas (Único) a partir dos 35 anos

1. Generalidades

Numa organização do Município de Tábua e das Associações Desportivas de Tábua (Comissão de Melhoramentos de Percelada, Tábua XXI – Associação Juvenil, MK MAKINAS, ACRDM São Simão, Comissão de Melhoramentos de Mouronho/Escaravelhos Team e Trail Meda de Mouros), realiza-se, no dia 18 de dezembro de 2016 (domingo), a 8ª edição da Corrida São Silvestre de Tábua, com partidas e chegadas junto da Praça da República, edifício dos paços do concelho.

RUN KIDS
15h00m - Benjamins masculinos e femininos - 500 metros
15h15m - Infantis masculinos e femininos - 1000 metros
15h30m - Iniciados masculinos e femininos - 2000 metros
15h45m - Juvenis masculinos e femininos - 3200 metros

MASTER RUN
16h10m - São Silvestre Tábua - 10 km

MINI RUN
16h10m - Mini São Silvestre Tábua - 5 km


2. Percursos e distâncias

RUN KIDS

15h00m - Benjamins masculinos e femininos - 500 metros
15h15m - Infantis masculinos e femininos - 1000 metros
15h30m - Iniciados masculinos e femininos - 2000 metros
15h45m - Juvenis masculinos e femininos - 3200 metros

MASTER RUN
16h10m - São Silvestre Tábua - 10 km

MINI RUN
16h10m - Mini São Silvestre Tábua - 5 km 


3. Escalões etários

3.1. Serão considerados os seguintes escalões etários:

RUN KIDS
Benjamins - nascidos entre 2005 e 2006
Infantis - nascidos em 2003 e 2004
Iniciados - nascidos em 2001 e 2002
Juvenis - nascidos em 1999 e 2000

MASTER RUN - Prova de 10 km
Juniores M/F - nascidos em 1997 e 1998
Seniores M/F - 20 aos 35 anos
Veteranas - escalão único
Veteranos M35 - 35 aos 44 anos
Veteranos M45 - 45 aos 54 anos
Veteranos M55 - 55 anos em diante

Nota: É considerada a idade no dia da prova.

MINI RUN - Prova de 5 km
Juniores M/F - nascidos em 1997 e 1998
Seniores M/F - 20 aos 35 anos
Veteranas - escalão único
Veteranos M35 - 35 aos 44 anos
Veteranos M45 - 45 aos 54 anos
Veteranos M55 - 55 anos em diante

Nota: É considerada a idade no dia da prova, sendo a classificação geral.


4. Inscrições

4.1. As inscrições são pessoais e intransmissíveis.

4.2. Os participantes devem fazer a sua inscrição através do preenchimento do formulário online presente em atletica.pt, até ao dia 12 de dezembro de 2016.

4.3. As inscrições para as corridas efetuadas até 5 de dezembro terão os dorsais personalizados com o nome dos atletas.


5. Levantamento de dorsais

5.1. O levantamento de dorsais decorre no edifício do Município de Tábua, nos seguintes horários:

sexta-feira, 16 de dezembro 2016, das 09 às 17:00 horas;

sábado, 17 de dezembro 2016, das 10 às 13:00 horas;

domingo, 18 de dezembro 2016, das 10 às 15:30 horas.

5.2. É necessário o comprovativo de inscrição ou em alternativa mediante a apresentação de um documento de identificação do titular da inscrição para que seja possível o levantamento do dorsal.

5.3. Um atleta pode levantar vários dorsais desde que se faça acompanhar dos comprovativos de inscrição ou em alternativa das cópias dos documentos de identificação dos participantes, em papel ou suporte eletrónico.


6. Identificação

6.1. Cada um dos participantes está obrigado a usar o dorsal colocado ao peito de forma bem visível, fixado nas pontas por alfinetes de dama/pregadeiras;

6.2. Pessoas sem dorsal colocado ao peito serão convidadas por membros da organização ou pelas forças policiais a abandonar o percurso da prova, estando-lhes vedado o acesso à reta da meta;

6.3. Todos os atletas participantes dos estão ainda obrigados a usarem um chip de cronometragem inserido no próprio dorsal, não podendo dobrar, amassar, ou rasgar o dorsal que contém o dispositivo, sob o risco de não virem a ser cronometrados.

6.4. Não é obrigatória a devolução do dorsal nem do chip, ficando estes na posse do atleta.

6.5. A organização não se responsabiliza pela má utilização do chip, o que pode levar à não classificação do atleta.


7. Prémios

7.1. Individualmente será atribuído um Troféu ao 1º, 2º e 3º classificado, por escalão/sexo aos participantes na RUN KIDS (benjamins a juvenis) e na MASTER RUN (10Km) (juniores a veteranos).

7.2. Por equipas será atribuído um Troféu às três primeiras equipas da Corrida São Silvestre.

7.3. Para pontuar na classificação de equipas é obrigatório a participação do mínimo de 5 atletas distribuídos por 3 ou mais escalões.

7.3.1. A pontuação de cada equipa será obtida somando o número de pontos correspondentes aos 5 melhores resultados dos atletas no conjunto de todos escalões/sexo, sendo o n.º de pontos atribuídos a cada atleta correspondente à respetiva ordem de classificação (1 ponto para o primeiro classificado, 2 pontos para o segundo, etc).

7.3.2. Definida a pontuação das equipas, estas serão seriadas por ordem crescente do total e pontos obtidos, sendo a vencedora determinada pelo menor número de pontos conseguidos.

7.3.3. Em caso de empate, beneficia a equipa com maior número de primeiros lugares dos seus corredores, maior número de segundos lugares e assim sucessivamente.

7.3.3.1. Se o empate persistir, utiliza-se o critério de desempate do escalão mais alto, ou seja, 1º SENIORES Masc., 2º SENIORES Fem., 3º JUNIORES Masc., 4º JUNIORES Fem., 5º VETERANOS M36, 6º VETERANAS, 7º VETERANOS M46, 8º VETERANOS M56, 9º JUVENIS Masc., 10º JUVENIS Masc., 11º INICIADOS Masc., 12º INICIADOS Fem., 13º INFANTIS Masc., 14º INFANTIS Fem., 15º BENJAMINS Masc. e 16º BENJAMINS Fem..

7.4. Será ainda entregue um Troféu à equipa mais numerosa, que no conjunto de todos os escalões/sexo de Benjamins a Veteranos tenha o maior número de atletas inscritos. Só contarão para estes troféus os atletas que realizem e terminem o respetivo percurso da prova.

7.5. Nas cerimónias de entrega de prémios sobem ao palco os três primeiros classificados de cada um dos escalões enunciados no ponto 3.1 deste regulamento.

7.6. Na MASTER RUN – 10 KM serão atribuídos prémios aos três primeiros classificados à geral, por género.

7.7. Na MINI RUN – 5 KM serão apenas atribuídos prémios aos três primeiros classificados à geral, por género.

7.8. Não haverá prémios monetários.

7.9. Os primeiros 250 inscritos receberão uma T’Shirt técnica.

7.10. Todos os participantes terão direito a um diploma digital onde consta a classificação e o tempo obtidos, cujo download poderá ser efetuado a partir da página oficial do evento.


8. Seguro desportivo

8.1. A organização tem um seguro desportivo a favor dos participantes não federados, (artigos 15º e 18º do Decreto-Lei nº 10/2009). O seguro de provas desportivas cobre os riscos de morte ou invalidez permanente e despesas de tratamento constantes na respetiva apólice.

8.2. Todos os participantes, sem exceção, devem se assegurar que se encontram física e psicologicamente aptos a participarem na prova em que se inscrevem. Sendo obrigatória a indicação de é federado ou não federado.


9. Segurança no percurso

9.1. Caberá às forças policiais a gestão do plano de controlo e eliminação do trânsito automóvel não autorizado no decorrer da prova.

9.2. O fecho do controlo da prova é feito duas horas após a partida, após a qual o trânsito automóvel é reaberto no percurso.


11. Serviços e facilidades

11.1. Todos os participantes podem usufruir gratuitamente do serviço de balneários com duches de água quente no Pavilhão Multiusos de Tábua, entre as 15h30m e as 20h30m.

11.2. Local preferencial de estacionamento junto do Pavilhão Multiusos de Tábua.


12. Direitos de imagem

O participante, ao proceder à sua inscrição, autoriza a cedência, à organização, de forma gratuita e incondicional, dos direitos de utilização da sua imagem, captada em filmagens e ou fotografias no decorrer da realização da prova, autorizando a sua reprodução para fins de divulgação de campanhas das entidades organizadoras e patrocinadoras do evento.


13. Casos omissos

Todos os casos omissos deste regulamento serão alvo de deliberação da direção da prova, prevalecendo as normas regulamentos da Federação Portuguesa de Atletismo e da IAAF – Internacional Association of Athletics Federation.